Como saber se a aposentadoria veio no valor correto?

0

Quando nos aposentarmos, além de descansar, queremos ter a certeza de que estamos recebendo nosso benefício de forma correta e justa.

Porém nem todo mundo tem a certeza de que seu benefício está sendo pago de forma correta, e no artigo de hoje vamos te ajudar a verificar se o valor da sua aposentadoria está correto.

Como calcular o valor da aposentadoria?

Primeiramente saber calcular o valor da aposentadoria é muito importante para o aposentado poder solicitar qualquer reajuste.

Vale lembrar que o valor da aposentadoria não pode ser inferior ao salário-mínimo e nem superior ao teto do INSS.

Aposentadoria por idade

Se você é aposentado por idade você deve fazer o seguinte cálculo:

  • Antes da Reforma:70% da média dos 80% maiores salários de contribuição do segurado com acréscimo de 1% para cada ano de contribuição.
  • Após a Reforma: 60% da média dos seus salários de contribuição com acréscimo de 2% para cada ano de contribuição acima de 20 anos para os homens e de 15 anos para as mulheres.

Aposentadoria por tempo de contribuição

Se você é aposentado por tempo de contribuição você deve fazer o seguinte cálculo:

  • Antes da Reforma: Equivalente à média dos 80% maiores salários de contribuição do segurado multiplicada pelo fator previdenciário.
  • Após a Reforma: A reforma acabou com a aposentadoria por tempo de contribuição, porém, criou regras de transição para quem começou a contribuir antes da reforma da previdência
  • Pedágio de 50%: equivalente à média de todos os seus salários de contribuição a partir de julho de 1994 multiplicada pelo fator previdenciário.
  • Pedágio de 100%: Equivalente a 100% da média de todos os seus salários de contribuição sem nenhum fator de redução.

Como saber o valor correto da aposentadoria?

  • Carta de Concessão

A primeira forma mais simples de descobrir o valor da sua aposentadoria é através da carta de concessão.

A carta de concessão é um documento emitido pelo INSS assim que sua aposentadoria é concedida. Nela constará além do valor do benefício, os salários utilizados no cálculo e a forma de cálculo.

Com essas informações será possível verificar se há algum erro a ser corrigido pelo INSS.

A carta de concessão é enviada até a casa do beneficiário assim que sua aposentadoria é aprovada, mas caso você não tenha mais essa carta, é possível tê-la de duas formas:

Pela internet

  1. Acesse o Portal do Meu INSS
  2. Selecione a opção “ENTRAR” no canto superior direito da tela e realize seu cadastro.Caso seja seu primeiro acesso, faça seu cadastro, clicando no botão “LOGIN”, em seguida selecione a opção “CADASTRE-SE”, e crie sua senha com, no mínimo, 9 caracteres , pelo menos uma letra maiúscula, uma letra minúscula e um número.
  3. Ao acessar o sistema com sua senha, escolha a opção “Carta de Concessão”, do lado esquerdo da página, e emita o documento.

Nas unidades do INSS

  1. Acesse o Portal do Meu INSS
  2. Informe seus dados, clique em “não sou um robô” e depois em “continuar sem login”.
  3. Clique em “Novo requerimento”,  digite no campo “pesquisar” a palavra “carta” e selecione o serviço desejado.
  4. Compareça à unidade do INSS, no dia e hora marcados, com os documentos necessários.
  • Processo administrativo 

Quando um benefício é solicitado logo será gerado um processo administrativo, neste documento deve constar seus documentos referentes à solicitação.

Para ter o processo administrativo em mãos é preciso seguir a passo a passo:

  • Entre no Meu INSS;
  • Clique no botão “Consultar Pedidos” e localize o processo que você quer;
  • Clique em “Detalhar” e depois em “Baixar Cópia”.
    • Se o seu processo não estiver aparecendo, volte na tela inicial do Meu INSS:
    • Clique em “Do que você precisa?” e escreva “Cópia”;
    • Clique em “Atualizar”;
    • Confira ou altere seus dados de contato e depois clique em “Avançar”;
    • Leia o texto que aparece na tela e avance seguindo as instruções.

Fonte: Jornal Contábil.

Start typing and press Enter to search